Faleceu nesta terça-feira (26) à noite o cantor Mounir Caldas, aos 41 anos, vítima de um grave acidente ocorrido no sábado (23) e que o deixou em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Geral de Guanambi (HGG) .

A confirmação do óbito veio de amigos e familiares. No acidente envolvendo duas motocicletas, o artista sofreu traumatismo craniano, fratura exposta da patela, fratura exposta no questionamento e fratura na vértebra sete da coluna cervical, causando cirurgias e amputação de um dos dedos.

Devido à gravidade, os médicos não permitiram sua transferência para outra unidade de saúde. Apesar dos cuidados intensivos, não houve melhorias e ele não resistiu.

O condutor da outra motocicleta também teve fraturas nos braços e no rosto, recebendo atendimento inicial da equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Mounir era natural de Ibicaraí, na Região de Itabuna, e residia em Guanambi com a família há cerca de 22 anos. Na região, construiu uma carreira sólida no mercado musical, sendo intérprete de sertanejo, arrocha e outros ritmos. Sua agenda estava sempre cheia, com consideráveis ​​shows em eventos públicos e privados, contando com um campo público.

FONTE: agência sertão

Deixe um comentário