Em um trágico incidente ocorrido na Escola Estadual Sapopemba, na Zona Leste de São Paulo, um aluno do 1º ano do Ensino Médio, com apenas 16 anos, entrou na instituição vestindo o uniforme escolar e abriu fogo contra seus colegas. O ataque resultou na morte de uma estudante de 17 anos e deixou três outros alunos feridos. O triste episódio ocorreu na manhã de segunda-feira (23).

Após efetuar quatro disparos, o atirador entregou a arma à coordenadora da escola e, em seguida, se entregou à polícia, que o encaminhou para prestar depoimento e, posteriormente, será levado à Fundação Casa. A estudante que infelizmente não sobreviveu ao ferimento fatal na cabeça foi encaminhada ao pronto-socorro, onde, apesar dos esforços médicos, não resistiu.

O secretário de Segurança Pública, Guilherme Derrite, declarou que não há indícios de que a vítima fatal fosse um alvo específico do atirador, já que não tinha qualquer relação com ele, de acordo com as informações preliminares.

As demais vítimas, duas meninas e um menino, sofreram ferimentos em regiões como o tórax, clavícula e membro superior direito. Um quarto aluno, ao tentar fugir, também sofreu ferimentos, embora não tenha sido atingido por tiros. As três vítimas feridas estão hospitalizadas e, felizmente, fora de perigo. Todos foram prontamente socorridos no pronto-socorro de Sapopemba, localizado a uma curta distância da escola.

A arma utilizada no ataque, um revólver calibre .38, pertencia ao pai do atirador, que é motociclista. A arma, registrada em 1994, permanece no local do crime e está sob investigação pela Polícia Civil. A autoria do crime foi confirmada pela Polícia Militar, que conduziu o atirador ao Instituto Médico Legal, de onde será encaminhado ao 70° Distrito Policial.

A tragédia mobilizou um grande contingente de recursos de segurança, incluindo um helicóptero e mais de 20 viaturas da Polícia Militar. Além disso, equipes de socorro e ambulâncias foram deslocadas para a escola para prestar assistência imediata.

One response to “ATAQUE EM ESCOLA ESTADUAL DE SAPOPEMBA, SÃO PAULO, DEIXA UMA ESTUDANTE MORTA E TRÊS FERIDOS”

Deixe um comentário